O falafel

Caros leitores, a mania nacional na maioria dos países árabes é o sanduíche de falafel (um bolinho feito de grão-de-bico e, às vezes, com fava também). A explicação é que além de uma delícia, ele é super-baratinho – em média 100 fils (0,100 KWD), fazendo a conversão, é menos de R$ 1,00 (isso mesmo, menos de UM Real)!

 FALAFEL2

O sanduíche de falafel pode ser em pão de cachorro-quente (o mais comum no Kuwait) ou em pão de hambúrguer ou em pão árabe. 1 ou 2 bolinhos de falafel são desmanchados com garfo dentro do sanduíche, é acrescida batata-frita (cortada grosseiramente), coloca-se salada (alface picado em tiras finas, pepino e tomate cortados bem pequeninos), tempera-se com sal e com tahina (molho de gergelim) e é só saborear!

 FALAFEL

Bem, para mim, é super-estranho colocar batata-frita de recheio de pão, então, eu sempre peço para substituir a batata pela berinjela frita (e, sim, há outro sanduíche que compram que é só o pão recheado de batata-frita e catchup! =O).

 Também há peculiaridade sobre o bolinho de falafel: ele pode ser amarelinho ou verdinho, depende da lanchonete em que você está comprando. O fato de ser amarelo ou verde vai dos temperos que são utilizados, mas são gostosos iguais! Eu, pessoalmente, prefiro quando os bolinhos são amarelinhos.

 E o falafel pode ser comido em porções, não necessariamente na opção sanduíche.

 untitled

Minha dica de viagem para vocês, caro leitores, se forem a algum país árabe, não deixem de provar o sanduíche de falafel! É bom demais! 🙂

Anúncios
Publicado em Kuwait style of life | Marcado com , , , , , , , , , | 8 Comentários

O Kibe

Vou abordar um pouco da culinária encontrada no Kuwait, a pedido de alguns leitores.

Hoje, em específico, vou falar sobre o kibe.

Não, o kibe árabe não é igual ao do Brasil de jeito nenhum!!!! Nem de perto se parece.

Primeiro, o kibe não é misturado só a carne com a farinha de kibe (alguns, nem levam carne na parte externa e, sim, arroz). E quando tem a carne, eles passam no moedor algumas vezes,junto com os temperos e a farinha de kibe até ficar tudo bem homogêneo.

Bem, eu não vou ensinar receita aqui, até porque eu não sei. 😀 Mas vou postar as fotos, dae, vocês podem ver a diferença.

ImagemImagem

Como vocês podem notar, é totalmente diferente (e mais gostoso, diga-se de passagem!).

Há ainda um prato muito apreciado que é o kibe cozido no laban (lembra uma coalhada ou yogurte), também tem um sabor inigualável.

ImagemImagem

Como podem perceber, os quibezinhos de festa não passam de ‘parentes’ dos kibes do Golfo, porque a forma de fazer e o sabor são totalmente diferentes.

Publicado em Kuwait style of life | Marcado com , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Picnics

O Kuwait é um lugar muito seguro e agradável de se morar!!! Uma das atividades mais comuns por lá é o picnic ou com a família ou com amigos nos parques e praias, que podem ocorrer tanto durante o dia (mais nos finais de semana) ou à noite (quase sempre, com exceção do ápice do verão e do inverno), haja vista que os locais são bem iluminados e SEGUROS!!!!!

Muitos levam sanduíches e iguarias regionais de seus países… outros compram em fast food e levam o rango para comer ao ar livre e outros ainda fazem churrasco (que é diferente do brasileiro).

O curioso é que muitos levam ou cadeirinhas e mesinhas de plástico e outros tantos levam TAPETES para se sentar!!! Sim, aqueles tapetes grandes, que a gente coloca na sala… eles que forram o gramada ou a areia. 🙂

Imagem

Publicado em Kuwait style of life | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Qual a cor do Kuwait?

Se alguém me perguntasse que cor representaria bem o Kuwait, minha resposta não seria o preto das abayas, nem os brancos das disdashas e nem o amarelo da areia… minha resposta seria AZUL!

O Kuwait é azul: azul do céu e azul das águas. Aliás, todos os países do Golfo Pérsico têm essa peculiariadade de serem azuis. Um céu sempre claro, onde só chove uns 10 dias ao ano e que só têm tempestades de areia de vez em quando.

Deixo algumas imagens do azul-Kuwait para vcs admirarem:
ImagemImagem

ImagemImagem

Publicado em Kuwait style of life | Marcado com , , , , , , , | 3 Comentários

Vida no Kuwait – álcool

A vida no Kuwait pode ser um pouco entediante se vc é chegado a baladas, saídas noturnas, conversas de botequim regadas à cerveja e linguicinhas…

Primeiro ponto, álcool é PROIBIDO. Vc não encontra nem em hotéis (como em Dubai). Se vc quiser fabricar em  casa, trazer escondido nas malas, comprar com um contrabandista, saiba que tudo isso constitui ações ILÍCITAS e vc poderá arcar com as consequências penais, como ser preso, deportado e black listed.

Tem gente que faz tudo isso? Tem. Mas corre enorme – e desnecessário – risco de ser preso. A polícia kuwaitiana está em cima. Então, se vc quer beber e ser um bon-vivante, esqueça o Kuwait, não manche a sua nacionalidade indo para cá e fazendo essas coisas, pq vc vai prejudicar a futura entrada de compatriotas q concordam em viver esse estilo tranquilo de vida, mas q podem ter seus vistos negados por seus excessos.

Se vc tiver muuuuuuuita saudade de cerveja, vc pode beber as não-alcoólicas q são vendidas. Assim como vinho e espumante não-alcoólicos q se pode encontrar facilmente nos grandes mercados como Carrefour, Sultan Center e Lulu e não deixam, em nada, a desejar com as suas versões alcoólicas.

Segundo ponto. Vc não encontra carne de porco. Vc pode usufruir de linguicinha, salsicha e bacon, mas tudo ou de ave (frango ou peru) ou de boi, carneiro ou vitelo. Particularmente, gosto muito do bacon de vitelo: mais leve e saboroso.

Terceiro ponto. Os locais curtem picnics nos parques, onde o clima é bem agradável na primavera e outono e em parte do inverno. Passar pelo Crescente do Marina, por exemplo, vc pode ver como eles curtem e divertem-se de forma tranquila, bem família.

Os restaurantes tb são boa opção, pois alguns ficam abertos até tarde e há variadas opções: desde tradicionais comidas árabes (tb dividadas por peculiaridades  de países, como Turquia, Líbano, Kuwait, etc), até comida chinesa, japonesa e tailandesa.

Há também pequenas festas em casa de expatriados (que eu aconselho evitar, por se ter, muitas vezes, álcool e podendo ser perigoso para vc, caso a polícia pegue).

Resumindo, a vida no Kuwait é bem família, bem cidade do interior. Se vc quer agitação, vá para qualquer lugar do mundo, menos pro Oriente Médio. Fica a dica.

Publicado em Kuwait style of life | Marcado com , , , , , , , , , , | 14 Comentários

Esclarecimentos

Venho esclarecer q não sou agência matrionial, nem agente de empregos e muitos menos despachante para ensinar como obter vistos e talz.

Se vc quer ir pro Kuwait, faça como eu fiz: se vire procurando oportunidades, se inscreva em sites de emprego, se informe na Embaixada do Brasil lá e com  a Embaixada do Kuwait aqui. Também procure em blogues de expatriados que moram lá, suas visões, opiniões, prós e contras.
Há tb o site do governo Kuwaitiano, que tem versão em inglês para muitas coisas.

Só tenham em mente q o Kuwait é bem mais restrito q Dubai e Abu Dhabi…

Nota | Publicado em por | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quebrando o Jejum

Ainda abordando este aspecto da vida de um muçulmano e das tradições locais (de quase todos os países de maioria islâmica), é aconselhável que o jejum seja quebrado comendo tâmaras e/ou água e/ou laben (yogurte árabe).
Faz-se uma pequena súplica (du’a) antes de comer, logo após o adhan (o chamado para a oração) do Maghrib (a 4ª oração do dia, por volta das 18h-19h).
Normalmente, fazem o “jantar” (iftar) em família ou entre amigos (para quem está longe da família). É um momento de união e de se estar com as pessoas queridas.
Especificamente no Kuwait, não há grandes festividades como as reportadas em países como o Egito: as ruas não são enfeitadas, nem a maioria das casas, há apenas a reunião em família.
Os restaurantes só começam a preparar as comidas mais ou menos 1 ou 2 horas antes. As “lanchonetes” de falafel, que têm o frango assado (que é simplesmente uma delícia por lá, devidamente acompanhado de batatas fritas, pão árabe, pasta de alho e conservas), começam a vender e a entregar as encomendas neste meio tempo, antes das Mesquitas chamarem.

As pessoas, normalmente, primeiro, comem e só depois vão rezar. Algumas quebram o jejum com as tâmaras e água e/ou laben, vão na Mesquita rezar o Maghrib, voltam para casa para o iftar e, mais tarde, voltam novamente para a Mesquita para as orações noturnas que ocorrem todos os dias de Ramadan depois da última oração (Isha – a 5ª), sendo que muitos também vão para o Isha nas Mesquitas.

E assim é a rotina das pessoas durante o Ramadan.

Publicado em Islam, Kuwait style of life | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário